Simples Nacional – Receita Federal Lança Programa de autorregularização

Fale com um especialista agora gratuitamente!
Nesse artigo você vai ver:
Começa a funcionar hoje, dia 16.09.2013, o programa Alerta Simples Nacional. Com o novo sistema, as microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) optantes por esse regime, que acessarem o Portal do Simples Nacional receberão um alerta da fiscalização, informando a existência de inconsistências entre os dados declarados ao Fisco e aqueles obtidos ou coletados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e/ou pelas Secretarias Estaduais, Municipais ou do Distrito Federal.

O programa permite às ME e às EPP optantes pelo Simples Nacional corrigir erros de preenchimento nas declarações e na apuração dos tributos devidos nesse regime, antes do início de procedimento formal de fiscalização.

A estratégia do Alerta Simples Nacional segue a mesma premissa utilizada e consagrada na Malha Pessoa Física, isto é, a partir da parametrização técnica e da divulgação dos indícios, os quais podem ser afastados por prova sobre a inexistência da infração. Assim, será permitido aos contribuintes fazerem uso da autorregularização, evitando a instauração de procedimentos de fiscalização para cobrança do tributo, e a consequente aplicação de multa de ofício (75% a 225%).

O Alerta Simples Nacional terá por base indícios de omissão de receitas auferidas no ano-calendário de 2010, decorrentes dos repasses recebidos das administradoras de cartão de crédito, informados à RFB através da Declaração de Operações com Cartões de Crédito (Decred), e a vendas efetuadas ao Governo Federal, cujos dados foram obtidos através do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).

Na primeira fase serão emitidos 29 mil alertas:

Cruzamento DASN – Receita Bruta Valor informado por terceiros Diferença
Siafi R$ 317.669.435,54 R$ 853.676.374,79 R$ 622.957.301,06
Decred R$ 4.302.057.133,25 R$ 9.298.548.484,15 R$ 5.363.242.449,88
Total – Alerta 1 R$ 4.619.726.568,79 R$ 10.152.224.858,94 R$ 5.986.199.750,94

Média de diferença:

a) Siafi: R$ 490.904,10

b) Decred: R$ 198.234,80

c) Média dos dois indícios: R$ 213.592,33

O resultado do cruzamento das informações com os valores declarados ficará disponível no Portal do Simples Nacional por prazo não inferior ao necessário para que o contribuinte tenha a oportunidade de verificar a existência dos indícios em pelo menos duas oportunidades, visto que mensalmente os optantes ingressam no Portal para emissão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

O contribuinte que não se autorregularizar será objeto de análise pela área de seleção de sujeitos passivos para, em sendo o caso, incluí-lo para futura execução de procedimento fiscal, que poderá ser executado pela RFB ou pelas Secretarias de Fazenda Estadual ou Municipal.

Importante registrar que o alerta:

a) não altera a condições de espontaneidade do contribuinte para promover a retificação das declarações prestadas ao Fisco;

b) não atesta a regularidade fiscal para os contribuintes que não receberem a comunicação; e

c) não restringe a hipótese de autorregularização apenas aos contribuintes que receberam a comunicação da RFB.

Ressalta-se que autorregularização, pela retificação das declarações apresentadas ao Fisco e sem a aplicação de multa de ofício, pode ser realizada pelo contribuinte enquanto não iniciado procedimento fiscal.

Em relação aos programas ora iniciados, a RFB informou que os procedimentos de fiscalização terão início a partir do dia 1º.12.2013.

A RFB esclarece, ainda, que essa iniciativa proporcionará maior transparência na relação fisco/contribuinte, e tem origem na experiência exitosa da malha de pessoa física, procedimento por intermédio do qual, anualmente, cerca de 500 mil contribuintes se autorregularizam, evitando-se milhares de autuações e as consequentes discussões no contencioso administrativo e judicial, com benefício para toda a sociedade. Essa iniciativa também visa a um processo contínuo de orientação ao contribuinte, de forma que o mesmo possa cumprir com maior exatidão suas obrigações tributárias.

Fonte: Editorial IOB

Compartilhe nas redes:

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Artigo - Direto Group - Contabilidade em São Paulo - SP

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Planejamento tributário para Family Office: Faça corretamente!

Planejamento tributário para Family Office, você sabe como fazer corretamente?  Então, fique tranquilo! Elaboramos este artigo para que você tire suas dúvidas de como funciona este tipo de planejamento tributário e tudo o que envolve sua estrutura!  O planejamento tributário é uma atividade que tem por objetivo diminuir a carga

BPO Financeiro para Family Office: principais vantagens

BPO Financeiro para Family Office: o que é e principais vantagens Confira as principais vantagens do BPO Financeiro para Family Office. O BPO Financeiro é uma solução que permite terceirizar as atividades financeiras de uma empresa.  Essa prática pode trazer diversos benefícios para os Family Offices, sendo empresas que gerenciam

Entenda o papel dos Multi Family Offices para famílias abastadas

Multi family office: Compreenda o que é e o que faz! Saiba como os Multi Family Offices oferecem expertise profissional, personalização e eficiência de custos para atender às necessidades da gestão financeira. As famílias abastadas, muitas vezes, enfrentam desafios únicos quando se trata de gerenciar suas finanças, investimentos e patrimônio. 

Proteção patrimonial para family office: como funciona?

Proteção patrimonial para family office: como funciona? Fique por dentro do conceito, como funciona e quais os principais benefícios da proteção patrimonial para o family office. Saiba como realizá-la! A proteção patrimonial é uma estratégia que visa preservar e aumentar o valor do patrimônio de uma pessoa ou de uma

Family Office: uma opção viável para todas as famílias.

Family Office: entenda como esse serviço pode ajudar sua família O Family Office é uma estrutura de gestão de patrimônio que foi tradicionalmente associada a famílias extremamente ricas.  Descubra como o conceito evoluiu e agora está se tornando cada vez mais acessível e benéfico para famílias de diferentes níveis de